Xiaomi mostra Mi 10 Ultra sendo usado para dirigir um carro remotamente pelo 5G

Para promover as capacidades da conexão 5G, a Xiaomi preparou um vídeo bem interessante com o Mi 10 Ultra. Na demonstração, a empresa mostra um carro que foi modificado para poder ser dirigido remotamente com o celular, simulando uma corrida. O vídeo foi postado na rede social chinesa Weibo, confira como ficou a apresentação:
Claro que esse é um comercial, todo editado e cheio de truques de marketing. É bem difícil de imaginar, atualmente, que um carro dirigido pelo celular seria capaz de ganhar uma corrida justa contra um carro sendo dirigido por um piloto ali mesmo.
Mas, tirando os elementos de fantasia do vídeo, tem um valor da tecnologia ali que vale muito a pena reparar. Para fazer a pilotagem funcionar, a Xiaomi conectou o Mi 10 Ultra e o carro numa mesma rede 5G, e criou até um app especificamente para isso, para dar os controles ao motorista.
Pra ser capaz de controlar um objeto em alta velocidade no mundo real, o mais importante que uma conexão precisa oferecer é um baixíssimo tempo de resposta, evitando atrasos nos comandos. E é por isso que este vídeo funciona como uma ótima demonstração da capacidade do 5G – o piloto só é capaz de conduzir o carro de longe por causa do delay de apenas 1ms oferecido pela rede.
O Xiaomi Mi 10 Ultra é um dos melhores celulares que a empresa já fez, pegando seu high-end Mi 10 e colocando características ainda mais avançadas no aparelho – o que inclusive lhe garantiu uma performance acima de vários concorrentes. O celular comemora os 10 anos de “vida” da Xiaomi e se mostrou um sucesso total de vendas.

É uma pena, então, que a fabricante insiste que não planeja um lançamento global para o Mi 10 Ultra, mantendo o celular restrito ao mercado chinês. Claro que é possível fazer uma importação, mas só vamos encontrar o aparelho com a ROM chinesa. E, ainda assim, não será possível aproveitar as capacidades do 5G nesse nível aqui no país, uma vez que ainda não temos uma estrutura pronta para oferecer isso.Fonte: GSMArena

Fonte: MundoConectado