Waze agora permite planejar rotas na Web e salvá-las no smartphone

Planejar uma viagem no Waze ficou um pouco mais fácil. Agora você pode planejar um percurso no seu navegador da Web favorito acessando o Mapa Ao Vivo e, em seguida, salvá-lo em seu aplicativo para smartphone clicando no botão “Salvar para aplicativo”.
Quando você definir o seu horário de chegada preferido, o Waze lhe dirá quando sair de casa para chegar lá a tempo. O aplicativo ainda enviará notificações push com base em dados de tráfego em tempo real. Com isso, se o tráfego começar a diminuir, ele irá incentivá-lo a pegar a estrada mais cedo.

Os usuários do Waze agora podem visualizar seus locais salvos na Web e selecioná-los ao pesquisar uma origem ou destino, para que você não precise inserir seu endereço residencial para cada viagem. Além disso, ele também permite um planejamento personalizado de 7 dias no Mapa Ao Vivo. A hora que você deve sair segunda-feira pode ser muito diferente da hora que você deve deixar sexta-feira, por exemplo. O novo recurso está disponível em dispositivos com o Waze para iOS e para Android.
Estas são mudanças relativamente pequenas, mas definitivamente úteis. A capacidade de salvar rotas através da web e aplicativos também está disponível no Google Maps, então você pode argumentar que os dois estão mais próximos em termos de recursos oferecidos.
Um detalhe é que o Google Maps está usando DeepMind AI para melhorar seus tempos de chegada com previsões de tráfego. Até onde se sabe, o Waze não utiliza esse nível de tecnologia de inteligência artificial.
Reprodução/Waze
Esta não é a única novidade recente no Waze. No início de agosto os aplicativos para iOS e Android foram atualizados com a capacidade de notificar os usuários em todo o mundo sobre cruzamentos ferroviários.
Embora não pareça, um recurso deste tipo pode salvar vidas. Em 2015, um motorista de caminhão seguindo o Google Maps sem este recurso causou um descarrilamento onde pessoas morreram. Por causa deste tipo de incidente, a National Transportation Safety Board (NTSB), uma agência federal independente nos Estados Unidos, pediu às empresas de tecnologia em 2016 que adicionassem o recurso aos seus aplicativos de navegação.

Via: Engadget Fonte: Waze

Fonte: MundoConectado