Atualização do Wear OS começa a chegar em dispositivos, começando pelo Suunto 7

A Google confirmou hoje que estará lançando nesta segunda metade do ano sua atualização do sistema operacional Wear OS, começou nos dispositivos Suunto 7. De acordo com a empresa, o update do sistema para vestíveis estará disponível para mais dispositivos de diferentes fabricantes no próximo mês.

A empresa já havia anunciado em agosto que estava planejando uma atualização para o Wear OS com grandes melhorias de desempenho e usabilidade. A empresa prometeu que a atualização será disponibilizada para todos os dispositivos baseados no Snapdragon Wear 3100, além de adicionar suporte para as novas plataformas Wear 4100 e 4100+ do fabricante de chips.
Os destaques da atualização incluem melhorias de desempenho que levam a um aumento de 20% nos tempos de inicialização do aplicativo, melhorias no processo de emparelhamento com dispositivos Android e melhorias gerais na vida útil da bateria. Confira abaixo os “pilares” de recursos destacados pela Google no update:
Ainda mais rápido do que antes
Com a nova atualização, seu smartwatch Wear OS acompanhará ainda melhor o ritmo acelerado de sua vida. Melhoramos o Wear OS ‘de cima a baixo’, tornando o tempo de inicialização e inicialização do app até 20% mais rápido. Você verá alterações nos controles do dispositivo, tornando ainda mais fácil gerenciar os diferentes modos de relógio e exercícios.
Emparelhe em um piscar de olhos
Configurar seu smartwatch Wear OS nunca foi tão rápido! Fizemos melhorias no processo de emparelhamento, o que significa que você poderá usar seu novo smartwatch com mais segurança.
Melhor duração da bateria
Você deseja que seu smartwatch corresponda ao ritmo de seu estilo de vida. Com o Wear OS, agora você pode fazer mais ao longo do dia e aproveitar uma vida mais longa de bateria no seu smartwatch.

A Google também declarou que pretende lançar um novo aplicativo de clima para o Wear OS ainda este ano, além de melhorar o design de ícones e adicionar novos recursos futuros. Algumas fabricantes, como a Fossil, também vão oferecer atualizações para seus dispositivos que trazem recursos exclusivos que não estão vinculados ao Wear OS.Via: 9to5Google Fonte: Google

Fonte: MundoConectado