Motorola Moto G9 Plus

O Moto G9 Plus chegou! O novo smartphone intermediário da família mais popular e querida da Motorola aqui no Brasil está nas nossas mãos para mostrarmos tudo o que vem na caixa e darmos nossas primeiras impressões sobre o lançamento.
O Moto G9 Plus chega um mês antes do Moto G8 Plus, que foi lançado em outubro do ano passado por R$ 1.699. O novo modelo começa a ser vendido nesta quinta-feira (10 por R$ 2.499.
Confira todos os detalhes no nosso unboxing e hands-on desse novo Moto G:
O que vem na caixa do Moto G9 Plus?
O próprio celular já com uma capinha de silicone;
Alguns papéis de garantia e manuais, além da chavinha para extrair o chip;
O carregador que é USB-C TurboPower de 30W;
Um cabo USB-C nas duas pontas;
E, por último, um fone de ouvido da Motorola.
Design e tela
Apesar de não ter passado por grandes mudanças visuais, o Moto G9 Plus recebeu boas novidades. Na traseira, o módulo vertical de câmeras agora tem um formato quadrado. O leitor de impressão digital também sai dessa área e vai para a lateral direita, no botão de energia. Mas é só encostar o dedo que o celular é desbloqueado.
Ele também ganhou um botão dedicado ao Google Assistente, que fica na lateral esquerda, assim como a gaveta para chip. Ela é híbrida, então você não pode usar um cartão microSD e dois chips de operadora ao mesmo tempo.
A Motorola traz nesse ‘botão interativo’ um rápido atalho para até seis aplicativos. Basta encostar o dedo rapidamente duas vezes e ele vai mostrar alguns ícones. Isso faz parte dos gestos e atalhos que a fabricante inclui nos celulares.
Diferente do G8 Plus, o novo Moto G9 Plus tem uma tela maior. Ela agora tem um furo no canto esquerdo para a câmera e 6,8 polegadas de tamanho. A resolução é Full HD+. Só pra gente comparar, a versão anterior tem tela de 6,3 polegadas.
Isso também significa que ele é maior, mais esticado e um pouco mais pesado. Outro detalhe está no seu acabamento espelhado. Só durante esse unboxing eu já enchi o aparelho de marcas de dedo. Não que seja um terrível incômodo, mas vale o comentário.
Hardware e câmeras
Uma mudança importante é a chegada do chipset Snapdragon 730G, lançado em abril de 2019. A geração anterior traz o Snapdragon 665. A ficha técnica do celular ainda traz 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Livre mesmo, para uso, a gente tem uns 105 GB. Adendo: O dispositivo chega com Android 10 e deve receber pelo menos uma atualização do Android.
A Motorola ainda promete “dias de duração da bateria” e esse modelo conta com 5.000 mAh de capacidade. O G8 Plus tem 4.000 mAh. O carregador rápido de 30 Watts, segundo a empresa, garante 12 horas de uso com uma carga rápida de 10 minutos.
Já as câmeras ganharam um belo upgrade. O Moto G9 Plus traz um sensor principal com 64 MP (f/1.8) de resolução, mas faz fotos com 16 MP ou 11 MP usando o Quad Pixel. A câmera de ângulo aberto tem 16 MP e a macro tem 2 MP. Ele ainda traz um sensor de profundidade para fotos no modo retrato.
O celular ainda pode fazer fotos noturnas com o modo Night Vision e vídeos em Full HD até 60 fps, ou 4K com 30 fps.
Primeiras impressões do Moto G9 Plus
O Moto G9 Plus começa a ser vendido hoje por R$ 2.499. Além dele, a Motorola lança também o Moto G9 Play por R$ 1.599 e o Moto E7 Plus por R$ 1.499.
Essa é a primeira vez que a Motorola lança um celular da linha Moto G com 128 GB de armazenamento. Também é o primeiro dessa linha com uma câmera de 64 MP. A bateria de 5.000 mAh também é um grande atrativo, mas não há como negar: este é o Moto G mais caro, até agora.
A linha Moto G8 inteira tem cinco celulares: dois lançados em 2019, três neste ano. Se a Motorola seguir o mesmo calendário para a linha Moto G9, pode lançar novos modelos em março e abril de 2021. Mas isso é só uma especulação com base nos últimos lançamentos.

 

Fonte: TecMundo