Detran-SP oferece licenciamento digital; veja como emitir

Trabalhando na digitalização de seus serviços, o Detran-SP passou a emitir o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) de forma online. A via eletrônica do documento tem a mesma validade legal que a versão impressa, e é obrigatória para a circulação do veículo em vias públicas. Veja também: Autor de lei que exige teste no Detran para andar de patinete elétrico no Rio de Janeiro recuaPasso a passo: como tirar a CNH Digital sem precisar ir ao DetranCNH Digital chega a 1 milhão de usuários após fim de exigência de ida ao Detran

Para acessar o documento, os motoristas devem pagar a taxa de licenciamento do veículo no sistema bancário, bem como consultar e quitar débitos pendentes, como IPVA, multas e DPVAT. Depois, basta procurar pelo item “Licenciamento Digital” em qualquer um dos sites e aplicativos a seguir:Detran-SP;Poupatempo;Denatran;App Carteira de Trânsito (não disponível para pessoas jurídicas) – Android e iOS;App Poupatempo Digital – Android e iOS;

Prazos para a emissão do licenciamentoO documento pode ser salvo no próprio smartphone ou impresso em tinta preta e papel A4 em página única. O Detran-SP destaca que o licenciamento deve ser emitido obedecendo o prazo referente ao dígito final da placa, como mostra a imagem a seguir.  Tabela de licenciamento para veículos de passageiros, ônibus, reboque e semirreboque. Imagem: Detran-SP

Quanto aos caminhões, os prazos são os seguintes: Tabela de licenciamento para caminhões. Imagem: Detran-SPA partir do primeiro dia do mês seguinte ao previsto para a emissão do CRLV, os veículos são proibidos de circular sem o documento.O Detran-SP afirma ter ampliado em 48% as opções de serviços online durante a pandemia. De maio a agosto deste ano, foram emitidos cinco milhões de licenciamentos digitais em São Paulo.A mudança atende a uma deliberação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que estabelece a substituição do CRLV em papel pela via eletrônica, chamada CRLV-e. O órgão estima que a novidade beneficie mais de 30 milhões de proprietários de veículos no estado.Conduzir com o documento em atraso é uma infração grave prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), resultando em aplicação de multa e sete pontos na habilitação.Via: Detran

 

Fonte: OlharDigital