Twitter aumenta segurança de contas de funcionários devido às eleições

Pensando nas eleições presidenciais dos EUA, o Twitter está aumentando a segurança de contas de funcionários e de pessoas de “alto nível”. A rede social vai exigir que funcionários com senhas fracas atualizem o login e vai incentivá-los a ativar a autenticação de dois fatores. Além disso, será habilitada a “proteção contra redefinição de senha”. Isso vai evitar redefinições não autorizadas e impõe medidas contra hackers.Veja também: Twitter pode remover resultados eleitorais não verificadosJustiça obriga Twitter a excluir vídeos de deputado sobre dossiê antifascistaComo ativar a autenticação de dois fatores no TwitterTwitter remove post e Trump poderá pagar US$ 150 mil por vídeo

“Estamos dando um passo adicional de implementação proativa de medidas de segurança de conta para um grupo designado de contas do Twitter relacionadas às eleições nos EUA”, explicou a rede social. “A partir de hoje, essas contas serão informadas por meio de uma notificação no aplicativo sobre algumas das medidas iniciais de segurança”, continuou.

Além da atualização do login, o Twitter vai tomar outras medidas adicionais:Detecção e alertas mais sofisticados para ajudar a rede e aos usuários a responder rapidamente a atividades suspeitas;Aumento das defesas de login para evitar tentativas maliciosas de controle de conta;Suporte de recuperação de conta acelerado para garantir que os problemas de segurança da conta sejam resolvidos rapidamente.Além dos funcionários do Twitter, as medidas também vão ser aplicadas a políticos em nível federal e estadual, assim como pessoas ligadas a partidos, campanhas e candidatos. Por fim, também vai incluir os “principais veículos de notícias e jornalistas políticos dos EUA”.

Twitter vai aumentar segurança de contas devido à eleição presidencial dos EUA. Foto: Evan El-Amin/ShutterstockEssa atualização é a mais recente de uma série de mudanças feitas pelo Twitter para aumentar a segurança antes das eleições. A rede social recentemente implementou uma nova política de desinformação e adicionou um centro de notícias eleitorais para promover informações de fontes consideradas confiáveis.Mensagens de áudio via DMsO Twitter, que permite o envio de áudio na timeline desde junho, agora planeja expandir esse recurso para as DMs (mensagens diretas). A informação foi revelada pelo especialista em redes sociais Matt Navarra, que afirmou também que os testes beta da funcionalidade acontecem exclusivamente no Brasil.Por meio de seu perfil no microblog, Navarra compartilhou uma notificação que ele recebeu sobre as mensagens de voz. A imagem não contém nenhum detalhe adicional sobre o recurso, exceto que ele está sendo testado por usuários brasileiros. Isso, inclusive, deixou alguns de seus seguidores indagando: “por que eles sempre testam as novidades no Brasil?”Via: Engadget

 

Fonte: OlharDigital