Compra da Bethesda não significa que os seus jogos sejam exclusivos Xbox

Há pouco revelamos aqui que a Microsoft anunciou oficialmente a aquisição do ZeniMax Media, a empresa-mãe da Bethesda Softworks, uma das maiores criadoras, e distribuidoras, de videojogos do mundo. Num negócio avaliado em 7.5 mil milhões de dólares, a Microsoft anunciou que os estúdios vão-se juntar à equipa Xbox.
Se é fã da Microsoft e estava entusiasmado com o facto dos jogos da Bethesda passariam a ser exclusivos da Xbox, então não temos boas noticias para si. Em tom de esclarecimento ao pessoal da Bloomberg, a Microsoft fez alguns anúncios que podem ser tão, ou mais surpreendentes do que a compra do estúdio em si.
E logo para começar, a empresa informa que o acordo assinado entre a Bethesda e a PlayStation para a exclusividade temporária da PlayStation 5 dos jogos Deathloop e Ghostwire Tokyo, serão respeitados. Ou seja, estes dois jogos, apesar de oficialmente serem de um estúdio Xbox, chegarão primeiro à consola da Sony, e só posteriormente à consola da Microsoft.

Jogos da Bethesda não serão “obrigatoriamente” exclusivos Xbox
O segundo, pode ser ainda mais impressionante, já que a a empresa revelou que as futuras produções dos estúdios da Bethesda serão lançadas tanto para a Xbox como para PC, e muito possivelmente para as outras consolas. Cada jogo será visto como será o seu lançamento, ou seja, será um “caso a caso”. E este é um anuncio que deixa os futuros proprietários da PlayStation 5 com alguma esperança em relação a jogos como o The Elder Scrolls e Fallout.
Por um lado, a mera exclusividade desses jogos pode inclinar a balança a favor do ecossistema do Xbox, especialmente no mercado americano. Mas todas as moedas têm duas faces, e o outro lado diz que a Microsot quererá maximizar os lucros, e recuperar parte do avultado investimento, permitindo que os jogos sejam lançados para as consolas da Sony e a da Nintendo.
Outro caso especial que foi abordado, p ZeniMax Online Studios já confirmou que o suporte, e o desenvolvimento, do MMORPG The Elder Scrolls Online continuará como até aqui, na PlayStation 4, mas não conseguiram prometer que o jogo chegue à PlayStation 5.

Fonte: Noticias e Tecnologia