Código-fonte do Windows XP vaza na Web

De acordo com diversas fontes, o código-fonte do Windows XP e do Windows Server 2003 vazou na Web. Arquivos ‘.torrent’ para download do código-fonte dos dois sistemas operacionais foram publicados em vários sites de compartilhamento de arquivos nesta semana. É a primeira vez que o código-fonte do Windows XP vaza publicamente, mas os arquivos já vinham sendo compartilhados de forma privada há alguns anos.

É improvável que este último vazamento de código-fonte represente qualquer ameaça significativa para as empresas que ainda estão utilizando máquinas rodando o Windows XP. O problema é que se bugs exploráveis forem encontrados no código-fonte do Windows XP, e o código ainda for usado no Windows 10, hackers podem explorar o bug na versão moderna do sistema operacional. A Microsoft encerrou o suporte ao sistema operacional em 2014, mas disponibilizou uma correção de emergência para ele e para o Windows 7 em 2017 por causa do ataque do ransomware WannaCry.
Vale destacar que a Microsoft já oferece um canal oficial para acesso ao código-fonte do Windows e outros produtos. O programa especial chamado Government Security Program (GSP) permite que governos e organizações tenham acesso ao código-fonte e outros conteúdos técnicos. Atualmente, os participantes do GSP incluem mais de 45 países e organizações internacionais representadas por mais de 90 agências.
Bill Gates apresentando o Windows XP
(Reprodução/Mario Tama/Getty Images)
O código-fonte do Windows XP foi divulgado inicialmente no fórum 4chan juntamente com o do Windows Server 2003 com um torrent para um arquivo ‘.zip’ com cerca de 2,9GB. Outro torrent divulgado no mesmo fórum tem cerca de 43GB e inclui o código de outros produtos como MS-DOS 3.30, MS-DOS 6.0, Windows 2000, Windows CE 3, Windows CE 4, Windows CE 5, Windows Embedded 7, Windows Embedded CE, Windows NT 3.5 e Windows NT 4.
Reprodução/@RoninDey
Ainda não se sabe-exatamente quanto do código-fonte do Windows XP está incluído neste vazamento, mas um especialista no Windows confirmou no Twitter que já encontrou as chaves de assinatura raiz do certificado de usuário para o aplicativo NetMeeting da Microsoft.

Fonte: The Verge, BleepingComputer, Windows Central

Fonte: MundoConectado